contato@falandodecondominio.com.br

Condomínio pode contar com regras temporárias

Gestão de Condomínio
Para garantir e manter a organização e o bem-estar da coletividade, todo condomínio conta com regramento próprio. No documento, que na maioria das vezes é chamado de Regulamento Interno, constam os direitos e deveres dos moradores, além de diversas informações sobre a utilização das áreas comuns.
O documento é aprovado em assembleia e sua validade é permanente, podendo ser alterado conforme a necessidade e com quórum específico. Pode-se dizer, portanto, que se trata de regras permanentes.
Geralmente, o Regulamento Interno conta com horário de uso dos diversos equipamentos comuns, como piscina, salão de festas, entre outros. Também conta com regras para utilização dos locais, como por exemplo, idade máxima para utilização do playground, uso das garagens, etc.
Entretanto, existem outras regras que não são definitivas, como no caso de reformas no condomínio. Elas têm o objetivo de ordenar a utilização das áreas comuns durante um evento e geralmente têm prazo de validade, como a data de término de uma obra, por exemplo, e até mesmo seu adiamento.
Entre algumas dessas regras estão a alteração no acesso ao prédio, caso estejam acontecendo obras na portaria; suspensão do uso das áreas de lazer por tempo determinado; desligamento de um dos elevadores durante um certo período de tempo para manutenção ou reformas;  e mudança no horário de recolhimento do lixo e limpeza das áreas comuns.
Toda alteração temporária e sua data final deve ser informada para evitar conflitos entre os moradores. O que os condôminos mais devem cobrar do síndico e a equipe que o ajuda é a ampla comunicação.

Redação Portal

Redator

Acesse meu perfil

COMPARTILHE

Assine nosso newsletter

Inscreva-se para receber nossas novidades e promoções.