contato@falandodecondominio.com.br

Qual a diferença entre gás natural e GLP?

Notícias

A diferença entre gás natural e GLP não é meramente técnica. Ela pode ter um impacto direto no seu bolso, uma vez que o custo-benefício entre eles também é diferente.

Para você ter uma ideia, o gás natural, também chamado de gás encanado ou GN, pode ser 20% mais caro do que o GLP, ou gás de botijão.

Em um exemplo prático, um levantamento considerou uma família de cinco pessoas com um consumo de gás de 16,25m³ em 45. Nessas condições, o custo do GLP seria de R$ 1,66 por dia. Já o gás natural custaria R$ 2,18 por dia.

Ou seja, a diferença entre gás natural e GLP pode estar afetando diretamente as suas economias sem você saber!

Principais diferenças entre gás natural e GLP

É fato que o custo é a principal diferença entre gás natural e GLP. No entanto, existem alguns outros pontos que precisam ser considerados. Afinal, as vantagens e desvantagens dos gases podem impactar em outros pontos, igualmente importantes.

Os gases são quimicamente diferentes

Antes de tudo, é importante entender que a diferença entre gás natural e GLP também é química. Ou seja, os dois gases não são iguais, mudando apenas o formato de comercialização.

O GLP é um composto de 4 hidrocarbonetos, entre eles, o butano e o propano. Já o gás natural, tem 90% de sua composição de metano. Ainda assim, ambos os casos não têm cheiro ou cor.

Ambos precisam de medidas de segurança

Há uma falsa percepção de que o GLP é mais perigoso por ficar exposto. No entanto, os dois gases não têm diferença quando o assunto é segurança.

Ambos são inflamáveis e se dissipam. Portanto, é fundamental seguir as normas para instalação e manutenção, independentemente do modelo disponível na sua casa. 

Chama mais eficiente

Vale dizer que também não há diferença entre gás natural e GLP quando o assunto são as chamas. No entanto, há sim maior eficiência quando falamos dos queimadores de forno a gás, usados em pizzarias.

Aqui, é importante medir a eficiência a partir do PCI, ou seja, do Poder Calorífico Inferior. No GLP, as medidas oficiais são de 11.100 Kcal/Kg. Enquanto no gás natural os valores são de 11.100 Kcal/Kg.

Em outras palavras, o poder calorífico do GLP é maior do que o do gás natural encanado.

Facilidade de encontrar e usar

Outra grande vantagem do GLP é que ele chega a todos os lugares, o que não acontece com o gás natural. Seu armazenamento e transporte é muito mais fácil, permitindo que o botijão esteja presente em todas as cidades do Brasil.

O gás natural, ao contrário, demanda investimento do Governo. Portanto, não está disponível em todos os lugares, mesmo quando falamos das grandes cidades.

Além disso, o abastecimento do gás natural está sujeito a interrupções. Toda vez que uma obra pública é realizada ou algum problema é identificado, todas as residências abastecidas por ele precisam ser desligadas até a questão ser resolvida.

Sustentabilidade

Não há tanta diferença entre gás natural e GLP quando olhamos para os impactos ecológicos. Afinal, ambos são menos poluentes que o carvão, o diesel combustível e a lenha, por exemplo.

Ainda assim, o gás natural é composto por metano, um dos gases componentes do Efeito Estufa. Já o GLP não traz em sua composição nenhum dos gases que impactem negativamente para o Efeito.

Ebook - Dicas para manter uma boa convivência em condomínio

Consumo mais otimizado e mais opção de escolha

Por fim, outra diferença entre gás natural e GLP que impacta diretamente no seu bolso é a oferta dos dois gases.

O gás natural é comercializado apenas por concessionárias estaduais. Portanto, suas tarifas estão “presas” a um monopólio, o que eleva o seu custo e o torna acessível apenas em larga escala.

Já o GLP tem mais opções de fornecedores, permitindo que você compare aquele com o melhor custo-benefício.

Além disso, o gás natural gera uma conta a ser paga, você o consumindo ou não. Enquanto o gás de botijão só consome aquilo que realmente for usado e só precisa ser reabastecido quando há necessidade. 

Ficou mais clara a diferença entre gás natural e GLP? Agora, você pode fazer a escolha com muito mais consciência!

Redação Portal

Redator

Acesse meu perfil

COMPARTILHE

Assine nosso newsletter

Inscreva-se para receber nossas novidades e promoções.