contato@falandodecondominio.com.br

Todo condomínio deve ter o controle de seu patrimônio

Gestão de Condomínio
Na sua casa, com certeza você sabe todos os móveis, equipamentos, utensílios e eletrodomésticos que tem. Mas, se você mora em um condomínio, você tem conhecimento de tudo que esse condomínio tem?
Ao contrário de uma residência particular, o patrimônio dos condomínios é considerado bem comum. Sendo assim, ele deve ser preservado pelo síndico, pois se trata de um investimento feito por todos os moradores.
Geralmente a lista de bens envolve ferramentas de zeladoria, como máquinas de lavar de alta pressão, cortador de grama ou equipamentos mais complexos como geradores, bombas de recalque, entre outros. Em alguns casos, os condomínios contam com equipamentos de ginástica, utensílios de churrasqueira, e muito mais, dependendo do que está instalado nas áreas comuns. E tudo isso deve ser patrimoniado, isto é, deve constar uma lista de todo o patrimônio do condomínio.
Nessa lista, que é de responsabilidade do síndico, deve constar a nota fiscal, o manual e a garantia dos equipamentos.  Já os utensílios de salão de festas são conferidos a cada utilização do ambiente e a reposição é feita pelo condômino responsável pela reserva. Ele assina um termo de responsabilidade pela quantidade e a reposição depende da prática de cada síndico. Já os equipamentos como ferramentas, em regra, ficam aos cuidados dos zeladores.
Alguns documentos também estão sob a guarda do síndico e compõem a lista de patrimônio, como, por exemplo, as plantas do prédio. É necessário também um controle de retirada e entrega desses documentos.
Como fazer o controle
• Máquinas e equipamentos: é necessário que o síndico tenha registrado a quantidade, marca e modelo, a data ou mês de aquisição do produto, e todas as manutenções executadas nesses equipamentos. Assim, o síndico pode avaliar a necessidade de manutenção ou compra de um novo equipamento. Desse modo, ele terá um controle do inventário com monitoramento do desgaste do equipamento.
• Mobiliários e equipamentos eletrônicos: é necessário um inventário mais simples onde deve ser relacionado o tipo de mobiliário, a data da sua aquisição e os contatos de onde foram adquiridos. Com relação aos eletrônicos, além dos itens acima, incluir o prazo de garantia.
• Ferramental: a recomendação é uma lista simples da quantidade de material, marca e modelo.
• A administradora pode auxiliar o síndico a montar um modelo que seja adequado ao condomínio em forma de planilha digital ou impressa. Além disso, também já existem sistemas de gestão de condomínios que trazem a possibilidade de controle de patrimônio.

Redação Portal

Redator

Acesse meu perfil

COMPARTILHE

Assine nosso newsletter

Inscreva-se para receber nossas novidades e promoções.